quarta-feira, 22 de julho de 2009

O Vinil retorna ao Brasil


Por: Mairon Túlio Oliveira (colaborador)


Você Sente falta do velho vinil? A empresa Polysom, a única fábrica de vinil do Brasil, localizada no RJ, voltará à ativa. Mas será que em uma época tão digital no Brasil, o vinil vingará?! No exterior o vinil faz sucesso até hoje, principalmente com bandas alternativas. Exemplo fácil é o Iguan White, monobanda do interior de Minas Gerais que teve um Ep de 7” lançado pela Squoodge Records, da Áustria. Para ele, a volta da fabricação de vinis no Brasil será um sucesso. “Acho que vai render mais do que todos esperam, os donos da Polysom vão faturar muito”, completa Iguan White. O Ep chegou até o interior mineiro e também se espalhou pela Europa.

O novo dono da Polysom promete tentar fazer um preço duas vezes e meia menor do que no exterior. Se vai fazer o mesmo sucesso que os produtos digitais, isso eu não sei, mas que vai ser bonito ver discos clássicos sendo relançados em vinil, ah, isso vai!

Falando em vinil, lembrei que a maior coleção de vinis está à venda. O dono dessa raridade é o norte-americano Paul Mawhinney. Ele é dono de mais de 3 milhões de discos e mais de 300.000 compactos. Quer saber mais sobre a história desse fanático por vinil? Veja o documentário The Archive, onde o diretor Sean Dunne conta a triste história da venda dessa coleção de mais de 50 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário